sexta-feira, 25 de Julho de 2014

ANÚNCIO CENSURADO


Realmente custa-me a perceber esta mentalidade... Alguém me consegue explicar porque é que este anúncio foi censurado?? A ideia é boa, o desempenho do Futre também, as cabeçadas dele perfeitas.... qual o mal disto? Não censuram a merda de programas que dão a torto e a direito, não censuram os acéfalos das casas dos segredos e afins mas censuram isto. Às vezes não tenho vergonha deste país...

quarta-feira, 23 de Julho de 2014

GIRLS WHO RIDE!


Foi com muito orgulho que recebi o convite da Catarina Faustino para colaborar com o #1 da revista GIRLS WHO RIDE. Apesar de no meu portfólio não ter muitas girls, lá andei a rebuscar o arquivo e até encontrei algumas coisas engraçadas. A capa reflecte bem a precupação estética das meninas, porque mesmo na água não deixam de o ser. Deixo aqui um grande obrigado à minha amiga Teresa Abraços, a surfista com mais alma e coração que já conheci e que além disso tem-me proporcionado excelentes condições para fotografar nas viagens em que me leva. Podem ver a revista aqui.

terça-feira, 22 de Julho de 2014

BANKSY À VENDA


É um bocado irónico que um "street artist" acabe nas paredes de uma das mais conceituadas leiloeiras de Londres, a Sothebys, mesmo não sendo essa a sua vontade. É irónico mas mais uma vez "money talks" e o antigo braço direito de Banksy não resistiu a meter as suas obras à venda por valores que oscilam entre os 5000€ e para cima de 500.000€. Banksy, que sempre actuou na rua, disfarçado e com motivações que vão muito além do dinheiro, vê agora algum do seu espólio a ser vendido numa galeria, coisa a que ele se opõe. Em londres as suas intervenções nas ruas vão desaparecendo, tornando a cidade mais pobre porque as pessoas arrancam bocados de parede como recordação ou para mais tarde venderem, devido à cotação que Banksy alcançou. Sendo que a verdadeira galeria para vermos as suas intervenções nunca deveria deixar de ser a rua. A vontade individual das pessoas ganha o braço de ferro contra a vontade do artista e impede que muitos vejam ao vivo uma obra que foi feita para estar na rua. A ganância vai ganhando terreno em todas as áreas... pouco há a fazer.

sexta-feira, 18 de Julho de 2014

DAMN AM - PORTUGAL!


Pessoal, a não esquecer que este fim de semana é fim de semana de skate no parque das gerações!! O VOLCOM DAMN AM acontece em Portugal este ano e é apenas o maior campeonato de skate amador da Europa. Sábado há concerto em Cascais no bar Starway, domingo são as meias finais e as finais. Dêm um pulinho lá, que vale bem a pena a deslocação. Boa onda, boa música, skate e muita palhaçada de certeza. Vêmo-nos por lá ;)

quinta-feira, 17 de Julho de 2014

DIOGO APPLETON

Conheci o Diogo em 2008, eu tinha acabado de chegar à VOLCOM e o Diogo também lá estava há pouco tempo. Tinha uns 14 anos e era um puto aspirante a competidor, como a maior parte dos putos de hoje em dia. Sim aqueles que não vão para a água curtir, mas treinar, talvez em busca de um lugar nos pódios que cada vez mais é mais complicado de conquistar. O Diogo acabou por sair da VOLCOM um ou dois anos mais tarde e embora não tivesse acompanhado tão de perto o percurso dele, fui assistindo à sua evolução entre surfadas que nos encontrávamos dentro de água e uma ou outra sessão de fotos. O Diogo cresceu, redireccionou o seu caminho e acho que percebeu que a competição não era definitivamente o seu caminho. Acabou por apontar o seu talento, que não é pouco, para um lado mais experimental. O pai dele voltou a shapear e ele começou. Teve na Austrália, refinou a linha de surf e acabou por ocupar um espaço que há muito tempo eu sentia que estava vazio em Portugal. Um espaço que tem as medidas do Diogo, o de freesurfer que gosta de experimentar pranchas novas, que manda aéreos, carves, que faz longboard, que surfa de shortboard, que tem estilo e linha de onda. O novo video dele na minha opinião espelha bem o surf dele e a irreverência que vem fazendo muita falta na comunidade surfistica. No video o Diogo aparece a fumar, se é politicamente correcto? não é... Se é educativo? não é... se é um bom exemplo? não é... e então?? who cares??? o surf está todo lá, o feeling também. E o cigarrito... bem, admito que me dá um certo gozo ver, porque na minha modesta opinião a coisa que sempre gostei nos surfistas de antigamente, era estarem literalmente a cagar-se para o que os outros pensavam. Estamos aqui para surfar, para curtir e o resto são detalhes que para nós pouco ou nada interessam. Além do mais o cigarro é fotogénico à brava :) fotos: Hossegor 2008
Vans 66' Diogo Appleton from VANS PORTUGAL on Vimeo.

quarta-feira, 16 de Julho de 2014

VAGINA 3D

Enquanto por cá levam a julgamento um artista que meteu a bandeira na forca (mas não levam os que metem o país na forca), no japão prenderam uma artista que reproduziu a sua vagina em 3D, e dela fez uma canoa, conhecido como pussy boat. Cá como lá a metalidade é mesquinha, a única diferença é que lá as penas são mesmo pesadas. Quanto ao pussy boat, esperemos que meta água, para a reprodução ser fiel :)

segunda-feira, 14 de Julho de 2014

A MAIS VELHA PROFISSÃO DO MUNDO


Curioso que a mais velha profissão do mundo, seja também das menos exploradas jornalisticamente e fotográficamente. Já todos ouvimos milhares de histórias de toxicodependentes, sabemos como é o processo, como ressacam, como arranjam dinheiro, como injectam ou consomem as drogas. Na prostituição, não me lembro de ver alguma peça (pode haver) onde se vá mais fundo (calma, não no sentido literal) no desempenho da profissão. Das prostitutas de luxo, às de rua, deve haver histórias incriveis para explorar. Os sentimentos, os cheiros, a empatia com os clientes ou a falta dela. O que não deve faltar é assunto. Normalmente as coisas que vejo são quase sempre sobre a razão que leva mulheres a prostituirem-se e nunca sobre o próprio acto da prostituição. Há muitos anos, cerca de 20, eu tinha uma máquina de filmar video 8 e juntamente com 2 amigos fizemos uma série de "entrevistas" às prostitutas que paravam em monsanto. Um de nós ia no porta bagagens do carro, a máquina na chapeleira coberta com casacos e o microfone preso ao cinto de segurança. Claro que correu tudo bem nas primeiras 3 entrevistas, à quarta a senhora olhou para o fundo do carro, seguiu o suspeito fio do microfone que dava até pertinho da minha orelha e num ápice percebeu a jogada. Ao aperceber-se disso, abriu a porta e nós arrancámos à pressa com a porta aberta. Eram filmagens inofensivas e que apenas tinham o intuito de descobrir o que ia naquelas vidas não era uma cena javarda. Lembrei-me disto porque vi o site do Txema Salvans, que fez um livro chamado "the waiting game", onde tem uma colecção de fotografias de prostitutas à espera dos seus clientes. As fotografias são sempre tiradas de longe, o que nos mostra o vazio onde elas estão. Eu diria que a solidão toma conta das fotos. Não acho as fotografias fora de série, mas acho o tema interessante. Eu teria explorado de outra maneira, mas eu sou eu. Seja como for vale a pena perder uns minutos a olhar para as fotos da profissão mais antiga do mundo.