terça-feira, 21 de dezembro de 2010

NATAL


E eis que chegou aquela época do ano muito suigeneris. A familia junta-se, quer queria quer não, torra-se dinheiro à parva para não se ficar com ar envergonhado por não termos uma prenda para dar, rogam-se pragas ao pai natal, ou então então é uma época gira caso tenhamos filhos pequenos e os seus sorrisos valem todos os esforços.
Como não tenho filhos, revejo-me mais na primeira descrição. Todos os anos digo que não vou comprar nada, mas acabo sempre por gastar algum dinheiro, que mais não seja por simpatia/obrigação. Depois há aquela febre dos SMS, essa sim verdadeiramente irritante. Mensagens impessoais, com piadolas baratas que são enviadas para todos os números da lista. Pessoas que não nos dizem nada durante um ano inteiro, no Natal lembram-se que existimos, é lindo!
Este ano, a coisa vai ser verdadeiramente diferente! Com a sorte de ter um pai que não liga muito a estas merdas, e uns sogros que também não alinham nesta febre doentia, mais o facto de ser o primeiro natal em 34 anos sem uma pessoa verdadeiramente especial, a solução vai passar por fugir para um país sem natal!!
Porque afinal de contas, Natal é quando nós quisermos e onde quisermos. As compras vão ser outras, a capa do pai natal não vai ser vermelha, e a temperatura se tudo correr bem vai ser com certeza acima dos 20º.
A todos os que ficam devo dizer que não sinto inveja nenhuma do sufoco que já devem estar a passar por não terem comprado a prenda a X ou Y, por não saberem o que comprar a Z ou W,por estarem a stressar com o estacionamento do carro no chiado, ou pior, em algum shopping center da cidade.
Restam-me 2 dias antes de levantar vôo, mas ao contrário dos anos anteriores não vai ser em stress:)

5 comentários:

maria inês disse...

que bom, andré! :)

CAP CRÉUS disse...

1º gosto muito dos preços que acabem em 99. Enganam a malta com uma pinta.
Sabes que o Natal deixou de me dizer muita coisa, mas há cerca de 3 anos vi-me na obrigação de ter que lutar contra esse sentimento ou falta dele e por isso tento combater os sentimentos menos bons e as saudades de 2 pessoas muito especiais para mim.
Agora ando a viver e a ver um sorriso aberto, ainda puro e sem truques. Assim são as crianças.
Boa viagem e ambos e um forte abraço!

Anónimo disse...

Que fixe amigo, quero te ir dar um abraço antes de ires! Grande Abraço

André carvalho disse...

então deixa o nome:)

Foxy Ni** disse...

boa escapadela ;)