segunda-feira, 8 de novembro de 2010

TAKE A WALK ON THE WILD SIDE


Que o Lou reed é um excelente músico não é grande novidade, mas que é uma verdadeira desgraça como fotógrafo, isso é que eu não sabia!!
Ontem fui ao centro de congressos do Estoril ver a exposição de fotografia do músico (e não fotógrafo) Lou Reed, e mal vi a primeira foto já estava arrependido de lá ter ido.
Fotografias absolutamente sem piada nenhuma, com um tratamento de photoshop ainda pior!!
Numa altura em que eu próprio já não percebo quem é fotógrafo ou artista (hoje em dia tende-se a confundir tudo), esta foi uma das maiores desilusões de sempre.
As pessoas tendem a confundir fotografia com pós-produção, e não há maneira de as fazer entender que fotografar é desenhar com luz!!! é saber ler a luz, saber enquadrar e saber focar!! Qualquer mancha a preto e branco, com filtros e grão, com reenquadramentos à mistura são uma boa fotografia... É frustrante perceber onde chegou a fotografia e os pseudo-fotógrafos, e mais assustador é perceber que hoje em dia basta ser reconhecido numa outra area qualquer para num ápice se saltar para fotógrafo (designers, ilustradores, escritores, vale tudo),não fosse o Lou Reed conhecido pelas grandes músicas que toca, e provavelmente todas as pessoas se iriam rir dele e das fotografias que apresentou naquela exposição deprimente.
Lou Reed, faz-nos um favor e dedica-te à música...

7 comentários:

CAP CRÉUS disse...

Mitra, dá aí um exemplo :-)
Sabes que aqui conta muito a fama e por isso o gajo safa-se na mesma como fotógrafo.
O nome conta muito...

André carvalho disse...

vê aqui..
http://galleries.flavorwire.com/the-evolution-of-lou-reed/03-lou-reed.jpg.html

trigolimpofarinh@mparo disse...

De facto, sem ponta onde se pegue...

CAP CRÉUS disse...

Já percebi os teus comentários e os do teu Pai...
Impecável!:-)
Obrigado

balin disse...

Eh pa! Faz falta gente como tu. "Straight to the point." Um bem haja!

directorcutz.blogspot.com

André carvalho disse...

txs balin!! :)

Tiago Grosso disse...

Já a exposição de fotografia que vi há dias do António Barreto na galeria corrente d´arte não foi má de todo, pelo que aconselho vivamente.