sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

REVIVER O PASSADO EM SABÓIA

Hoje foi um dia muito "suigeneris"... depois de carregar uma carrinha de móveis, rumei a sabóia, aldeia dos meus avós maternos, onde eu brinquei até aos meus 14 anos. Nas férias do natal, páscoa, verão e fins de semana prolongados o destino era sempre Sabóia. O sitio onde ia deixar os moveis, era uma antiga fábrica de cortiça da minha familia, hoje é um cemitério de móveis. Lá dentro estavam partes da casa da minha tia avó e dos meus avós. Confesso que me deu uma certa nostalgia, principlamente quando vi o meu primeiro melhor amigo, um urso de peluche, que me olhava com um ar assustado:)
Vi a cadeira de baloiço da minha tia, as mesas e cadeiras da minha avó e uns cestos com brinquedos meus. Fora da fábrica tudo era um regresso ao passado, os velhotes na paragem que lá continuam após 34 anos, a oficina onde comprei a minha primeira bicicleta, o barbeiro, a rua do cinema, a zundapp, a casa dos meus avós, onde nasceu a minha mãe e tios.
Entregas e arrumações feitas e é tempo de partir, não sem antes deixar o meu primeiro mehor amigo bem instalado na melhor cama da casa:) É que aos amigos só queremos o melhor.
flickr
andre carvalho photo
goma












7 comentários:

Patricia Pereira design disse...

Sabóia! Um lugar fantástico! Beijocas

Mikke disse...

Saudades e memórias!!

Um Abraço.

mr velcrum disse...

adoro mano!! o texto parece uma fábula as fotos parecem MESMO frames com vida!

:)

Maria Inês disse...

provavelmente o teu post mais bonito, mesmo sabendo que posso estar a ser tendenciosa. já sabes que sou das palavras :)

Menino do Coro disse...

Querido amigo, adorei o que acabaste de escrever. Podes crer que compreendo muito bem aquilo que deves estar a sentir ao encontrares tantas lembranças. Espero que estejas bem. Um agraço com muita amizade.

Twix disse...

Miudo,
Imagino o que deves de sentir quando vais lá, está lá a história de algumas vidas, nessa fabrica de cortiça, que mesmo com a tua descrição detalhada, um comum leitor não consegue cheirar, sentir, chegar lá...
Temos que combinar um dia e levares-me la, a um lugar mítico onde eu passei dias maravilhosos há alguns anitos ;)
Abraço grande, mano...

André carvalho disse...

bora lá:))) de corsa 1200:)))